quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Joelma diz que as polêmicas com Calypso a deixaram mais forte



Prestes a grvar o sétimo DVD da banda Calypso, Joelma e Chimbinha reuniram a imprensa na tarde desta quarta-feira, 7, em Brasília para falar sobre o novo álbum. Mas eles não fugiram das polêmicas que envolveram a banda durante o ano - o rumores de que Calypso vai acabar e as declarações de Joelma sobre homossexuais (ela foi acusada de preconceito).

"Apanhei tanto que meu corpo melhorou mais", brincou a cantora. "Nem sabia que eu aguentava tanta coisa. Aprendi muito com tudo isso. Não vou dizer que achei legal, mas me fortaleci muito", disse. "Bateram tanto e nós não caímos, agora não acaba mais", completou Chimbinha.

A cantora não se esquivou também de falar sobre sua relação com os fãs homossexuais. "Eles podem falar de mim porque eles me conhecem, a maioria dos nossos fã-clubes são de gays e lésbicas, eles sabem da maneira que eu os trato, da maneira que eu converso com eles. Fiquei super tranquila, eles me conhecem tanto que eles brigaram até o fim", falou. "Não sou mulher de fugir da raia, até confesso que gosto muito de uma briga, me sinto mais viva", continuou. "Se a Joema tivesse falado isso mesmo (comparando gays com drogados) o primeiro que ia brigar com ela seria eu", afirmou o guitarrista. "Eu sou evangélica e todo evangélico sabe que não pode julgar ninguém, só quem pode julgar é Deus".

DVD em Brasília

Joelma e Chimbinha vão gravar o DVD no São João do Cerrado, considerada a maior festa de São João fora de época do país. O show terá participações especiais de Amado Batista e Reginaldo Rossi. "O Amado não é muito de mídia, mas o artista mais bem sucedido nesse país é o Amado Batista. Pra gente vai ser uma honra registrar esse momento com essas duas pessoa guerreiras", disse Joelma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário