terça-feira, 13 de agosto de 2013

Filho de Dominguinhos pode ser despejado pela própria irmã

Filho de Dominguinhos pode ser despejado
 O filho do cantor Dominguinhos pode ser despejado pela própria irmã nos próximos dias, caso não saia do apartamento milionário do sanfoneiro no Morumbi, na área nobre de São Paulo. O R7 conversou com exclusividade com o Mauro Moraes, filho do cantor, ouviu a viúva Guadalupe Mendonça e representante de sua filha, Liv Moraes, para entender essa disputa por dinheiro.

Filho do primeiro casamento de Dominguinhos, Mauro Moraes, de 53 anos, tem uma relação delicada com a irmã Liv Moraes e a segunda mulher do cantor, Guadalupe Mendonça, desde que o pai era vivo. A relação deles azedou de vez com a morte do sanfoneiro, no último dia 23 de julho. O motivo? Dinheiro!

Segundo Liv Moraes, filha de Dominguinhos, o irmão entrou com duas ações na Justiça para prejudicá-la. A primeira teria sido uma procuração pedida por ele para tomar conta dos bens do sanfoneiro, que inclui um apartamento milionário, direitos autorais da obra e até R$ 190 mil arrecados em um show e que seriam revertidos ao pagamento do tratamento médico do artista. O filho, no entanto, diz que Dominguinhos não precisaria da grana porque tinha bom plano de saúde e teria insinuado, na imprensa, que o valor iria para bancar as contas da viúva!

Na segunda ação na Justiça, o filho de Dominguinhos alega que Liv Moraes o impedira de entrar no apartamento do pai famoso em São Paulo, no qual ele viveu durante a internação do cantor. Nessa época, por sinal, Mauro entrou com ação de interdição para tomar decisões pelo pai. Um vai-e-vem frenético pela administração da grana!

Pouco depois da morte do sanfoneiro, a filha Liv Moraes afirmou que o pai fez questão de nomeá-la, ainda consciente, como responsável por seus bens. Enquanto isso, Guadalupe Mendonça (foto), a segunda mulher do cantor, afirmou ter procurações para cuidar dos bens do sanfoneiro. As duas, então, estavam lutando para controlar a grana de direitos autorais, contas correntes, entre outros bens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário